logo norte 2020

login

ENG

Últimas Atualizações

Programa | Abordagens Territoriais

As Abordagens Territoriais Integradas são modelos usados na conceção e execução do NORTE 2020, que têm em conta as especificidades dos territórios da região e que envolvem os seus atores na gestão das políticas públicas.

No NORTE 2020, estes modelos enquadram-se nas Estratégias Integradas de Desenvolvimento Territorial, definidas ao nível das NUTS III e dinamizadas pelas Comunidades Intermunicipais e Área Metropolitana do Porto (AMP), em articulação com os restantes atores relevantes para o desenvolvimento regional ou local.

Estratégias Integradas de Desenvolvimento Territorial
Área Metropolitana do Porto
Alto Minho
Alto Tâmega
Ave
Cávado
Douro
Tâmega e Sousa
Terras de Trás-os-Montes

Para a implementação destas estratégias, o NORTE 2020 contratualizou as seguintes intervenções:

Investimentos Territoriais Integrados (ITI), materializados através de Pactos para o Desenvolvimento e Coesão Territorial (PDCT) e dinamizados pelas comunidades intermunicipais e pela Área Metropolitana do Porto (AMP):
PDCT da AMP *
PDCT da CIM do Alto Minho *
PDCT da CIM do Alto Tâmega *
PDCT da CIM do Ave *
PDCT da CIM do Cávado *
PDCT da CIM do Douro *
PDCT da CIM do Tâmega e Sousa *
PDCT da CIM de Terras de Trás-os-Montes *

* Documentos em revisão, resultado do exercício de reprogramação do NORTE 2020

Desenvolvimento Local de Base Comunitária (DLBC), materializado em Estratégias de Desenvolvimento Local (EDL), dinamizados por Grupos de Ação Local (GAL):
GAL Costeiros
Litoral NorteLitoral Norte da AMP
GAL Rurais
ADERSOUSA l ADRAT l ADRIL l ADRIMAG l ADRIMINHO l ADITREM l ATAHCA l Beira Douro l CORANE l DESTEQUE l DOLMEN l Douro Histórico l Douro Superior l Litoral Rural l PROBASTO l Sol do Ave
GAL Urbanos
Frente Atlântica l Porto Ocidental l Urbano Gaia

Ações Integradas de Desenvolvimento Urbano Sustentável (AIDUS), dinamizadas pelos municípios e enquadradas por Planos Estratégicos de Desenvolvimento Urbano Sustentável (PEDUS) associados aos centros urbanos de nível superior. Os PEDUS articulam vários instrumentos de programação, em função das áreas de intervenção que sejam mobilizadas em cada caso: (i) o Plano de mobilidade urbana sustentável, definido ao nível de NUTS III; (ii) o Plano de ação para a regeneração urbana; (iii) os planos de ação integrados para as comunidades desfavorecidas.

 

Programas de Valorização Económica de Recursos Endógenos (PROVERE), promovidos por consórcios de instituições regionais ou locais e orientados para melhorar a economia local com a aposta em recursos endógenos e tendencialmente inimitáveis do território sejam recursos naturais, património histórico ou saberes tradicionais. Os PROVERE são um conjunto coerente e estrategicamente justificado de iniciativas, integradas num Programa de Ação, que se traduzem em projetos âncora e complementares a financiar de forma transversal pelos fundos estruturais.

Na Região do Norte, encontram-se formalmente reconhecidas cinco Estratégias de Eficiência Coletiva PROVERE:

EEC PROVERE MINHO INovação
Território Alvo: 
Alto Minho, Ave e Cávado
Foco Temático: Turismo
N.º Projetos: 11 projetos âncora; 1119 projetos complementares
Apoio NORTE 2020 a Projetos Âncora: 9,8 milhões de Euros
Entidade Líder: CIM Alto Minho

EEC PROVERE AQUANATUR
Território Alvo:
Alto Tâmega
Foco Temático: Água
N.º Projetos: 19 projetos âncora; 57 projetos complementares
Apoio NORTE 2020 a Projetos Âncora: 4,1 milhões de Euros
Entidade Líder: Associação de Desenvolvimento da Região do Alto Tâmega

EEC PROVERE TERRAS DE TRÁS-OS-MONTES
Território Alvo:
Terras de Trás-os-Montes
Foco Temático: Turismo
N.º Projetos: 5 projetos âncora; 205 projetos complementares
Apoio NORTE 2020 a Projetos Âncora: 4,1 milhões de Euros
Entidade líder: CIM Terras de Trás-os-Montes

EEC PROVERE DOURO 2020
Território Alvo:
Douro
Foco Temático: Valorização económica plurissectorial baseada na identidade e património cultural e na criatividade
N.º Projetos: 25 projetos âncora; 145 projetos complementares
Apoio NORTE 2020 a Projetos Âncora: 8,5 milhões de Euros
Entidade líder: CIM Douro

EEC PROVERE TURISMO PARA TODOS
Território Alvo:
Tâmega e Sousa e AMP (apenas os territórios de baixa densidade - Municípios de Arouca e Vale de Cambra)
Foco Temático: Turismo
N.º Projetos: 13 projetos âncora; 344 projetos complementares
Apoio NORTE 2020 a Projetos Âncora: 8,03 milhões de Euros
Entidade líder: CIM Tâmega e Sousa

Listagem dos Projetos Âncora - download

  • Norte 2020 no Facebook Norte 2020 no Twitter